Por onde anda Eduardo Sukienik?

Conheça a versão mais veloz e mais furiosa da sua carreira profissional
A The Wedge

33 Anos de uma carreira bem sucedida no segmento imobiliário renderam muito além de retorno financeiro para Eduardo Sukienik. Uma excelente visão para negócios, jogo de cintura, visão estratégica, reconhecimento e grandes parceiros de profissão.

A história toda começou pequena e se tornou gigante em 2007 quando o Eduardo sócio da imobiliária Noblesse, se uniu a Brasil Brokers, uma imobiliária de porte nacional, junto com mais outras 17 imobiliárias do país. A empresa fez IPO, ou seja, se tornou uma empresa de capital aberto. Unidas, as imobiliárias se tornaram o grupo Brasil Brokers e o Eduardo era o diretor de operações da unidade Sul.

Foram bons anos de muito trabalho como diretor da Brasil Brokers Noblesse, que se tornou o maior grupo imobiliário do país.

Como a maior certeza da vida é a impermanência, a carreira do Eduardo no mercado imobiliário também teve um fim. Em 2015 ele saiu da Brasil Brokers Noblesse para dar um tempo, e aproveitar a vida que conquistou através de todos estes anos de trabalho.

Não conseguiu. O ritmo da rotina de trabalho fez falta e o Eduardo tinha sede por novos e promissores negócios.

Foi como cliente pela Brasil Brokers, da antiga Agência Fifty, que o Eduardo conheceu o trabalho do Rafael Landa, sócio fundador da agência e do Andrey Ximenez, o segundo sócio. Foi devido a sua apurada visão para negócios que ele percebeu que a Agência Fifty e os seus sócios, representavam um negócio promissor, que tinha tudo para crescer e evoluir muito. O que fez o Eduardo acreditar na agência foi o avançado conhecimento sobre marketing digital que os dois sócios da agência apresentavam. Percebeu ainda, que eles estavam de alguma forma começando uma revolução no mercado imobiliário, que até então não conhecia a comunicação por meio digital daquela maneira. A grande novidade que a Agência Fifty trazia era a inclusão do ramo imobiliário no mundo digital.

No final de 2015, o Eduardo, o Rafael e o Andrey, começaram a conversar sobre o futuro da Agência Fifty e principalmente sobre o interesse que o Eduardo tinha de contribuir para o negócio. Foi no início de 2016 que Sukienik entrou como terceiro sócio junto com o Rafael e com o Andrey.

Os três juntos criaram a The Wedge, uma agência de marketing digital que assim como a antiga Agência Fifty, trabalha com resultados e performance, porém agora não mais somente para o mercado imobiliário mas para todos os segmentos de mercado, se tornando uma agência multimercado.

Eduardo Sukienik começou então a engatinhar no mercado da comunicação e publicidade, do qual ele conhecia apenas como cliente. A principal novidade para ele foi “mudar para o outro lado do balcão”, afinal de contas era ele quem contratava as agências de publicidade para suas imobiliárias desde 1993.

Hoje ele vive uma nova dinâmica de trabalho junto a perfis profissionais bastante diferentes do que ele estava acostumado nas imobiliárias. Apesar de ser um novato no segmento, Sukienik contribuiu muito desde o seu primeiro ano de agência The Wedge, principalmente pela sua vasta rede de relacionamento com mercado e a experiência que adquiriu nos 33 anos de negócios imobiliários.

Hoje o Eduardo está a frente da The Wedge junto com o Rafael Landa e o Andrey Ximenez, que juntos fizeram a agência triplicar em número de clientes, faturamento e número de colaboradores em apenas 1 ano e meio.

O que mais me surpreende é a aceitação que a The Wedge está recebendo do mercado em tão pouco tempo. Eduardo Sukienik, diretor executivo da The Wedge

Hoje a The Wedge já ultrapassou as fronteiras do Rio Grande do Sul e se tornou uma agência com atuação nacional atendendo clientes de estados como Sergipe e Espírito Santo. A equipe é formada por cerca de 20 pessoas que trabalham para em torno de 17 clientes. A previsão de crescimento da agência para este ano é bastante animadora porque segundo o Dudu, como é carinhosamente chamado por todos na agência, tem muito espaço no mercado do marketing digital para evoluirmos ainda e a The Wedge tem muita competência para isso.

A maior parte da carteira de clientes da The Wedge ainda é do segmento imobiliário, afinal de contas, a agência ficou muito conhecida pelo excelente trabalho que realizou como Agência Fifty neste mercado. Mesmo entre grandes imobiliárias e incorporadoras, a The Wedge já conquistou clientes do mercado financeiro, do segmento de educação, do ramo da alimentação, e pretende conquistar os mais diversos mercados daqui pra frente.

Empresas em geral estão buscando coisas novas e esse novo caminho passa pela gente. Eduardo Sukienik, diretor executivo da The Wedge

O próximo grande desafio do Eduardo agora é fazer a sua The Wedge entrar no mercado mais relevante do país: São Paulo.

 

COMENTÁRIO

  • Felipe pacheco 27 de julho de 2017 at 18:56

    Que beleza! Parabéns ao Dudu, aos sócios e à equipe toda! Sucesso sempre!

    Responder